Reputação: atenção, a da sua marca pode estar por um post


social media​ Há alguns dias uma rede de lanchonetes que vende cachorro quente ganhou uma estrondosa publicidade na mídia. Pena que não tenha sido positiva. Tudo porque o responsável pela rede resolveu "interagir" com uma cliente, respondendo a um post seu no Facebook com mensagens muito pouco cordiais.


Para quem não acompanhou o caso, tudo começou com um comentário da cliente, uma jornalista, na página da rede, elogiando o cachorro quente mas criticando as piadas machistas presentes em placas que decoram o ambiente.


Entre todas as formas possíveis de abordar uma situação como essa, o dono da rede escolheu a pior possível: partiu para a ofensa direta, como se estivesse  num ringue de vale tudo. 



Infelizmente esse não é o primeiro e não vai ser o último caso em que a reputação de uma marca é ameaçada pelo conteúdo de um ou dois posts. Diante da repercussão, pouco importa a qualidade dos produtos ou o mérito do serviço. O que vai ficar registrado, por muito tempo, na cabeça de muitos clientes, ou ex-clientes, são as ofensas proferidas por ninguém menos do que o dono a uma cliente.


Moral da história: do ponto de vista da comunicação, esse espetáculo de intolerância e má gestão da marca, sem contar as implicações jurídicas pelas ofensas, reforça algo que temos comentado em nossos textos. Produzir e administrar o perfil de uma marca no Facebook ou outra rede social não é tarefa para amadores. 


Além do preparo para agir diante de críticas, os especialistas em redes sociais têm habilidade para identificar oportunidades de interação que permitem aumentar o engajamento do público, ampliando o alcance e a admiração pela marca.


Quer saber mais? Nós estamos à disposição.