Como usar as redes sociais a favor do seu negócio?

 

  redes-sociais Quem tem um perfil nas redes sociais deve ter visto, pelo menos uma vez nos últimos dias, alguém comentando sobre o caso de uma cliente do bar Quitandinha, na vila Madalena, que narrou ter sofrido um assédio no estabelecimento. O episódio, que ganhou repercussão nas redes sociais e nos meios de comunicação, já se tornou um caso "clássico" de como (não) gerenciar uma crise nas redes sociais.

 

 Sem entrar no mérito do que ocorreu no bar, o que nos interessa é reiterar o quanto as redes sociais podem fazer pela reputação de uma empresa, seja ela pequena ou grande. Por isso, vale destacar algumas práticas essenciais para quem quer evitar se ver envolvido em um escândalo ou, melhor ainda, usar as redes sociais a favor dos seus negócios.

 

Para isso fizemos duas listas: Faça e Não Faça.

 

Faça:

 

- Planejamento: reflita sobre o perfil do seu público, como pretende atingi-lo e seu objetivo com as redes sociais;

 

- Ações especiais em datas comemorativas:  dia das mães, pais, namorados etc.  são excelentes oportunidades  para  promover produtos e serviços, que representem, de fato, uma vantagem para seu cliente, e não sejam uma mera propaganda;

 

- Conteúdo relevante: em vez de ficar enchendo a timeline dos seus seguidores de propagandas, publique algo que seja útil pra eles. Por exemplo, se você vende acessórios para o cabelo, crie um pequeno vídeo ensinando como fazer vários penteados usando os itens da última coleção;

 

- Não imponha suas ideias, convide o seu seguidor para participar: fazer propaganda do novo cardápio geralmente produz muito menos engajamento do que se você convidar seus clientes a votarem no prato que eles querem que entre no cardápio;

 

- Tire proveito de um assunto do momento: acompanhe o que se passa ao seu redor e compartilhe com seu público, se possível, de forma bem humorada. Por exemplo, se todos estão comentando como será o último capítulo da novela, você pode chamar seus clientes para assistir, em seu bar, café ou restaurante, o desfecho da trama e até oferecer uma sobremesa para quem adivinhar qual será o final do vilão da história. 

 

 

Não faça:

 

- Não publique só propaganda e temas sem relação com o negócio (Ex.: futebol, política, memes);

 

 - Não deixe pergunta sem resposta. Seu seguidor está ali para falar com você, e não apenas para ouvir. Ele espera uma resposta, e de preferência rápida;

 

- Zele pela reputação da empresa. Tome cuidado com erros de digitação e português, com a qualidade das imagens (e com os direitos autorais!) e, claro, com o que você escreve! Avalie sempre se há algo ali que possa ferir a imagem da sua empresa.

 

- Não faça piadas ofensivas. Use o bom senso.

 

- Se um cliente postar uma reclamação, acalme-se antes de responder. Seja educado e tente levar a conversa para o privado ou para o telefone. Não ofenda ninguém, mesmo se você acreditar que está sendo injustiçado. Caso sua empresa tenha sido vítima de um crime virtual, procure a Delegacia de Delitos praticados por Meios Eletrônicos.

 

 

 

*Este texto é um resumo de nossa apresentação na Feira do Empreendedor do Sebrae, realizada em 20 de fevereiro de 2016.